Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Gelo da Antártida está a derreter tão rápido que pode colocar em risco todo o continente até 2100

Quarta-feira, 14.10.15

antartida.jpg

 Um novo estudo prevê a duplicação do degelo superficial das calores polares até 2050, com risco do seu colapso pelo final deste século, dizem os cientistas climáticos.

O gelo da Antártida está a derreter tão rápido que a estabilidade de todo o continente poderia estar em risco em 2100.  

O colapso generalizado das plataformas de gelo da Antártida - extensões flutuantes de gelo terrestre que se projetam até ao mar – poderia conduzir a aumentos do nível do mar com consequências dramáticas.

Este novo estudo publicado na revista Nature prevê a duplicação do degelo da superfície das calotes polares, até 2050. Até o final do século, a taxa de degelo pode ultrapassar o ponto associado com o colapso das plataformas de gelo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 13:46


1 comentário

De Humberto a 18.10.2015 às 12:30


«Um novo estudo prevê a duplicação do degelo superficial das calores polares até 2050, com risco do seu colapso pelo final deste século, dizem os cientistas climáticos.»

Estes "cientistas climáticos" são mesmo espertos! Dotados mesmo de uma inteligência arrebatadora! Até me curvo perante tanta sapiência!


´´
«O gelo da Antártida está a derreter tão rápido que a estabilidade de todo o continente poderia estar em risco em 2100. »


Não me digam! Está mesmo a derreter? Mesmo, mesmo a derreter?

Por curiosidade, o que terão estes "cientistas climáticos" (ou quem acredita neles) a dizer de notícias como esta?

http://www.theguardian.com/environment/2014/oct/09/why-is-antarctic-sea-ice-at-record-levels-despite-global-warming


Que decepção deve ser para estes "cientistas climáticos" (ou quem acredita neles) ver notícias como esta. Talvez fosse melhor esconderem-se num buraco tamanha será a vergonha (ou a falta dela).

Então não é que, afinal... a enorme e crescente quantidade de gelo no Antárctico está a deixar algumas pessoas perplexas. Os modelos climáticos levados sempre tão a sério... aqueles feitos por computador para prever as desastrosas consequências do "aquecimento global", 95% deles falharam segundo os próprios alarmistas (outros que não estes "cientistas climáticos"). Não era esperado, dizem eles.

Mas não é o facto de, confessadamente, não ser esperado por eles que os impede de (um pouco mais adiante) dizerem que é normal... tudo parte das "alterações climáticas". Fantástico!


´´
«O colapso generalizado das plataformas de gelo da Antártida - extensões flutuantes de gelo terrestre que se projetam até ao mar – poderia conduzir a aumentos do nível do mar com consequências dramáticas.»


As medições da extensão de gelo do Antárctico feitas desde 1979 até 2014, como se pode ver pelo gráfico, têm uma tendência crescente durante 35 anos:

http://www.theguardian.com/environment/2014/oct/09/why-is-antarctic-sea-ice-at-record-levels-despite-global-warming#img-1

Em 2014 a extensão de gelo atingiu mesmo o valor mais alto desde que começaram as medições por satélite e estes "cientistas climáticos", com um estudo feito em 2015 (um ano depois), ainda querem ser levados a sério com as suas previsões que em nada correspondem à realidade?


´´
«Este novo estudo publicado na revista Nature prevê a duplicação do degelo da superfície das calotes polares, até 2050. Até o final do século, a taxa de degelo pode ultrapassar o ponto associado com o colapso das plataformas de gelo.»

A credibilidade deste "novo estudo" já estava em frangalhos ainda antes de ser feito. É obra!


Comentar post





calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031