Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Líderes europeus falham momento para pedir mais ação climática, apesar do impacto sobre a migração

Quinta-feira, 22.10.15

refugiados.jpg

Os líderes europeus reuniram-se na semana passada, em Bruxelas, para o último Conselho Europeu antes da cimeira de Paris, em Dezembro, mas perderam uma oportunidade para reforçar a posição da União Europeia (UE) para as negociações internacionais sobre o clima.

As associações de defesa do ambiente acusam os líderes europeus de negligenciar a urgência para a ação climática, porque não conseguiram enviar o sinal certo e necessário, quer para um acordo mais forte em Paris, quer para enfrentar os desafios da migração que possam surgir no futuro.

O Conselho Europeu não adotou quaisquer conclusões sobre a posição da UE para Paris, e muito menos fortaleceu a sua ambição. Isto, apesar do fato desta ser a última reunião dos chefes de Estado europeus antes da conferência.

Para as associações de defesa do ambiente, é lamentável que os líderes europeus não tratem a crise climática com a seriedade e a urgência que ela merece. O Conselho Europeu foi o momento oportuno para decidir sobre a forma como a UE vai aumentar a sua ambição na proposta do acordo de Paris.

A posição da UE ainda contém pontos cegos importantes, como por exemplo, os seus planos de aumentar as metas climáticas atuais consideradas inadequadas, e de fornecer a sua quota parte dos 100 biliões de dólares por ano em financiamento climático prometido, em 2020.

As associações de defesa do ambiente apelam para o fato de que, sem uma ação urgente e adequada sobre o clima, a vida das pessoas estará em risco muito elevado devido aos impactes climáticos. Isto irá aumentar o movimento de pessoas em busca de segurança e de uma vida melhor no futuro.

A atual crise de migração deve ser um alerta para combater as alterações climáticas de forma urgente. Se a UE quiser evitar o cenário de ter que lidar com sucessivas crises de refugiados, vai ser necessário aumentar a sua ação climática nos próximos cinco anos. Até 2020, as associações precisam de ver mais esforços para reduzir as emissões e mais dinheiro a fluir para os países mais pobres para ajudá-los a lidar com os impactes climáticos mais devastadores que motivam as pessoas a fugirem dos seus países de origem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 10:25


1 comentário

De humberto a 22.11.2015 às 13:09


«Líderes europeus falham momento para pedir mais ação climática, apesar do impacto sobre a migração»

...é o título escolhido para o texto. O título até podia ser outro mas lendo o texto adequa-se bem pois ambos demonstram o quanto as associações de defesa do ambiente realmente se preocupam com os problemas que afectam as pessoas nos países de onde elas vêm!

Que interesse têm as condições em que vivem estas pessoas quando se pode pôr a culpa no clima, não é verdade? Tão mais fácil pôr a culpa no clima do que agir em defesa das pessoas.

Mais uma vez, para as associações de defesa do ambiente, quando se trata de escolher entre ajudar a denunciar os problemas sofridos pelas pessoas que se vêem obrigadas a fugir e migrar para bem longe e o ambiente... a escolha recai inevitavelmente no ambiente. O que lhes interessa mesmo é o ambiente. Tudo o resto não passa de desculpas para voltarem ao tema do ambiente.

O ambiente acima de tudo e nada mais do que o ambiente!

Sei que são organizações ambientalistas e que como tal têm de ter como objectivo o ambiente mas, caramba, ao menos podiam ter um mínimo de consideração pelas pessoas!

É triste ver como estas pessoas são usadas apenas como mais um pretexto para acenarem com a sua agenda do "aquecimento global"/"alterações climáticas" por mais irracional que esta seja.


´´´´´´´´´´´´

Quanto ao voluntarioso ambientalista e fervoroso adepto da teoria do "aquecimento global" que veio responder a comentários meus feitos 2 meses antes... não voltará a ter qualquer resposta minha. Que venha outro!

Que alguém se diga pessoalmente insultado pelas minhas palavras para depois fazer igual ou ainda pior... na verdade, não me importo. Faz parte de uma discussão como esta que tanto exalta os ânimos.

Que alguém se esqueça constantemente do que leu em comentários meus e aos quais está a responder, eu até tolero e aceito sem grandes problemas.

Que alguém faça por me ridicularizar a mim ou às minhas afirmações, também não me importo. Quando se trata deste assunto, eu faço o mesmo como julgo já ter demonstrado exaustivamente.


Mas quando alguém me atribui afirmações que eu não fiz e depois ainda constrói um grande argumento para me ridicularizar a mim com base no que eu nem sequer afirmei... isso já é desonestidade e a discussão acaba aí mesmo.

Que venha outro mas que não seja tão imberbe e não incorra no mesmo erro.


Comentar post





calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031