Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Papa Francisco coloca pressão sobre Ministros do Ambiente

Quarta-feira, 16.09.15

Pope_Francis.jpg

Hoje o Papa Francisco reuniu no Vaticano os Ministros do Ambiente da União Europeia (UE), incluindo o ministro português, Jorge Moreira da Silva, num momento crucial. Daqui a dois dias terá lugar a reunião extraordinária do Conselho de Ministros do Ambiente, em Bruxelas, onde os Estados-membros irão definir a posição global da UE na Cimeira do Clima a realizar em Paris, em Dezembro próximo.

O encontro entre o Papa e os Ministros do Ambiente europeus sobre a Cimeira do Clima não poderia ser mais oportuno. Os repetidos apelos do Vaticano para parar a exploração dos recursos do planeta e acabar com a dependência da sociedade dos combustíveis fósseis devem aumentar a urgência  necessária e a seriedade dos esforços da UE para combater as alterações climáticas. Os Ministros da UE devem sentir que o mundo está a observá-los, enquanto eles irão tomar decisões sobre a parte do esforço global para proteger o clima que caberá à UE.

Neste momento, os objetivos climáticos da UE não são suficientemente ambiciosos para evitar as piores consequências das alterações climáticas. A UE tem de chegar a um acordo sobre a data definitiva para a eliminação do uso de combustíveis fósseis, o mais tardar em 2050. Só um caminho para a descarbonização total, construído a longo prazo, irá proporcionar a certeza necessária às empresas para aumentarem os seus investimentos em eficiência energética e energias renováveis.

As associações de defesa do ambiente, entre as quais a Quercus, esperam que o peso moral do Papa tenha um impacto tangível sobre os líderes políticos na Polónia. Se estes líderes não forem convencidos pelos custos avultados da falência da indústria do carvão, talvez as fortes crenças católicas poderão convencê-los a parar o bloqueio da ação da UE sobre as alterações climáticas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 20:39


1 comentário

De Humberto a 21.09.2015 às 10:35

«talvez as fortes crenças católicas poderão convencê-los a parar o bloqueio da ação da UE sobre as alterações climáticas.»

Ora aí está, não convencem pela lógica... recorrem à religião.

Uma tristeza!


«As associações de defesa do ambiente, entre as quais a Quercus, esperam que o peso moral do Papa tenha um impacto tangível sobre os líderes políticos na Polónia»


As esperanças destas associações de defesa do ambiente, entre as quais a quercus, que alinham em tamanha aldrabice, não têm, na verdade, qualquer importância.

O problema está nas pessoas realmente influentes, mundialmente influentes que se apoderaram deste assunto para ganhos próprios.

Mas o que a mim me reforça a esperança de que tudo isto irá acabar mais cedo do que eles julgam ou esperariam ou quereriam é o facto de o desespero deles já ser tanto que tiveram de recrutar o Papa mais aqueles outros 20 líderes islâmicos na tentativa de influenciarem um total estimado de 2800 milhões de fiéis antes da grande assinatura de contratos em Dezembro.

Comentar post





calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930