Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Primeiro semestre de 2015 foi o mais quente dos últimos 85 anos

Quarta-feira, 22.07.15

The_sun1_cc_Lykaestria.jpgEntre Janeiro e Junho de 2015 registou-se a média das temperaturas máximas do ar mais elevada dos últimos 85 anos - 20,06 graus - de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

 

29 de junho de 2015 foi o dia mais quente do ano, em que se registou uma temperatura máxima de 43,2ºC em Beja.

 

Já considerando o valor médio da temperatura do ar (que foi de 14,30ºC), o primeiro semestre de 2015 foi apenas o nono mais quente desde 1931, ano em que começaram a ser feitas estatísticas meteorológicas em Portugal.

 

As quatro ondas de calor registadas nos seis primeiros meses do ano (27 de março a 7 de abril; 9 a 15 de maio; 21 maio a 10 junho e 25 a 30 junho) contribuiram para este pico e trouxeram não só uma primavera mais quente do que seria 'normal', mas também um verão que se prevê continuar a registar temperaturas altas.

 

No que respeita à precipitação, o valor médio do primeiro semestre de 2015 foi de 258,8 milímetros (mm), bastante abaixo da média, que se situa nos 461 mm. Este foi o sexto valor mais baixo desde 1931, tendo o recorde sido registado em 2005, com 154,6 mm.

A nível global, o mês de junho e o primeiro semestre deste ano foram os mais quentes de sempre. A temperatura média global do Planeta atingiu os 16,33ºC, segundo o National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA). Segundo Jessica Blunden, cientista do NOAA, é difícil que 2015 não venha a ser o ano mais quente de sempre.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 11:50


2 comentários

De Humberto a 25.07.2015 às 08:37

Ora meus caros amigos... sem se deixarem influenciar por previsões de ondas de calor que fazem manchete de jornais e são dignas de tempo de antena alargado nos telejornais mas que mais tarde não se verificam, puxem pela memória (vão lá aos cantinhos mais recônditos e poeirentos da vossa memória) e digam lá, muito honestamente, se, comparando com os últimos anos, este ano está a ser assim tão quente.

Eu ainda me lembro de anos em que no Verão o calor era tanto até mesmo durante a noite ao ponto de me fazer acordar a meio da noite a transpirar e isto ainda não aconteceu este ano nem acontece há pelo menos 4 ou talvez 5 anos. E vocês?

Que acontecimentos da vossa vida e directamente relacionados ou com origem no muito calor de Verão se lembram de acontecer mas que não acontecem há vários anos?

Ah, já agora... para quando o mesmo destaque para as ondas de frio? Essas passam despercebidas seja na comunicação social seja onde for excepto mesmo nas orelhas e narizes de cada um de nós que por vezes bem frios ficam. Pois é!


Adoraria encontrar os registos do IPMA com as temperaturas - tanto as mais antigas como as mais recentes - mas os seus únicos registos que encontrei foram as normais climatológicas de 1981 até 2010

http://www.ipma.pt/pt/oclima/normais.clima/

Beja:
http://www.ipma.pt/pt/oclima/normais.clima/1981-2010/002/

...o que não são de grande ajuda para o caso.


O IPMA, no seu comunicado, fornece-nos a temperatura máxima média para Junho mas não os valores médio e mínimo médio para o mesmo mês o que seria um bom complemento de informação para termos melhor noção do que, segundo eles, aconteceu em Junho.

O IPMA fornece-nos também o valor da temperatura média para o primeiro semestre deste ano mas não os seus valores máximo e mínimo médios, no entanto...

No entanto, deixa escapar algo muito mais importante ao dizer-nos que o valor médio da temperatura tão extraordinariamente alto destes 6 meses foi afinal apenas o nono mais alto dos seus 85 anos de registos.

E aqui temos a informação mais interessante que nos dão, atentem bem: sem nos dizerem em que anos foram ficamos a saber que nos últimos 85 anos houve 8 primeiros semestres com temperaturas médias mais altas do que a deste ano e ainda assim prevêem recorde anual de temperatura para este ano (Parece-me haver aqui uma contradiçãozinha!)... à semelhança do que a NOAA prevê mas para todo o mundo.

É bonito de se ver esta cooperação entre agências governamentais (IPMA e NOAA) de 2 países cujos governos são tão solidários com os interesses e políticas ambientais que tão mais leves nos põem os bolsos...


Seja como for, verificarem-se (a 29 de Junho) 43,2º C em Beja não faz com que esse seja o dia mais quente do ano em Portugal. Apenas faz com que Beja seja o local mais quente de Portugal, nesse dia!

As outras cidades do país, que temperaturas tiveram nesse dia?

E as vilas e aldeias e porque não os campos e as florestas, que temperatura atingiram nesse dia? Alguém sabe? Não. Aqui só mesmo com medições por satélite se consegue saber.

De Humberto a 25.07.2015 às 08:48

(continuação...)
Satisfazendo esta curiosidade encontrei uma lista com as temperaturas máxima e mínima para várias cidades de Portugal para esse mesmo dia de 29 de Junho

http://ogimet.com/cgi-bin/gsynext?state=Port&rank=100&ano=2015&mes=06&day=29&hora=18&Enviar=Ver


T. Máxima en 24 horas. 29/06/2015 a 18:00 UTC
(30 de 30 estaciones)
1 Castelo Branco (Portugal) 40.6 °C
2 Evora / C. Coord (Portugal) 40.1 °C
3 Beja (Portugal) 40.0 °C
4 Beja / B. Aerea (Portugal) 39.1 °C
5 Portalegre (Portugal) 38.3 °C
6 Vila Real (Portugal) 37.3 °C
7 Braganca (Portugal) 37.1 °C
8 Viseu (Portugal) 36.5 °C
9 Lisboa / Gago Coutinho (Portugal) 34.9 °C
10 Lisboa / Geof (Portugal) 33.7 °C
11 Montijo (Portugal) 33.4 °C
12 Coimbra / Cernache (Portugal) 32.1 °C
13 Faro / Aeroporto (Portugal) 31.4 °C
14 Monte Real (Portugal) 26.6 °C
15 Sines / Montes Chaos (Portugal) 25.4 °C
16 Funchal / S. Catarina (Portugal) 24.8 °C
17 Funchal (Portugal) 24.5 °C
18 Lajes Acores (Portugal) 24.2 °C
19 Ponta Delgada (Portugal) 24.2 °C
20 Porto Santo (Portugal) 24.1 °C
21 Santa Maria Acores (Portugal) 23.9 °C
22 Viana Do Castelo-Chafe (Portugal) 23.8 °C
23 Horta / Castelo Branco Acores (Portugal) 23.6 °C
24 Flores Acores (Portugal) 23.5 °C
25 Horta Acores (Portugal) 23.3 °C
26 Angra Do Heroismo Acores (Portugal) 23.2 °C
27 Porto / Pedras Rubras (Portugal) 22.7 °C
28 Ovar / Maceda (Portugal) 22.6 °C
29 Ponta Delgada / Nordela Acores (Portugal) 22.5 °C
30 Cabo Carvoeiro/Farol (Portugal) 20.7 °C


T. Mínima en 24 horas. 29/06/2015 a 18:00 UTC
(29 de 29 estaciones)
1 Ovar / Maceda (Portugal) 13.0 °C
2 Viana Do Castelo-Chafe (Portugal) 13.9 °C
3 Coimbra / Cernache (Portugal) 14.8 °C
4 Montijo (Portugal) 15.3 °C
5 Porto / Pedras Rubras (Portugal) 15.5 °C
6 Monte Real (Portugal) 16.0 °C
7 Braganca (Portugal) 16.9 °C
8 Flores Acores (Portugal) 17.0 °C
9 Horta Acores (Portugal) 17.0 °C
10 Lajes Acores (Portugal) 17.1 °C
11 Sines / Montes Chaos (Portugal) 17.2 °C
12 Cabo Carvoeiro/Farol (Portugal) 17.3 °C
13 Beja / B. Aerea (Portugal) 18.2 °C
14 Evora / C. Coord (Portugal) 18.2 °C
15 Angra Do Heroismo Acores (Portugal) 18.3 °C
16 Lisboa / Gago Coutinho (Portugal) 18.6 °C
17 Ponta Delgada / Nordela Acores (Portugal) 18.7 °C
18 Vila Real (Portugal) 18.7 °C
19 Porto Santo (Portugal) 19.0 °C
20 Lisboa / Geof (Portugal) 19.1 °C
21 Santa Maria Acores (Portugal) 19.1 °C
22 Funchal (Portugal) 19.2 °C
23 Beja (Portugal) 19.3 °C
24 Viseu (Portugal) 19.4 °C
25 Ponta Delgada (Portugal) 19.6 °C
26 Funchal / S. Catarina (Portugal) 19.8 °C
27 Faro / Aeroporto (Portugal) 22.0 °C
28 Castelo Branco (Portugal) 22.4 °C
29 Portalegre (Portugal) 30.6 °C



Curiosidade: Beja aqui com uma temperatura máxima de 40º C a 29/06/2015, menos 3,2º que os registados pelo IPMA

Salta bem à vista a grande variedade de temperaturas medidas nas estações de monitoramento destas cidades espalhadas por todo o território nacional.

Por estas tabelas bem se vê que confundir propositadamente as pessoas ao reforçarem a ideia de que o clima está a aquecer apenas porque uma cidade habitualmente quente no Verão voltou mais uma vez a ter temperaturas superiores às normais para a época... é agir de má fé.

Tempo local e clima são coisas diferentes.


E tudo isto sem contar que, por vários factores como a expansão urbana, as estações terrestres de medição de temperatura deixaram há muito de ser confiáveis para a previsão do clima tendo sido já descartadas por várias instituições privadas (e até algumas públicas apesar de estas ainda serem em menor quantidade) dedicadas ao estudo do clima precisamente por essa razão.

Actualmente, as medições de temperatura mais rigorosas são as feitas por satélite que invariavelmente nos dão valores de temperatura inferiores aos das estações terrestres ao ponto de as medições por satélite anularem todo o aquecimento global medido pelas estações terrestres desde 1880. (Talvez seja melhor relerem este último parágrafo mas agora com redobrada atenção.)

Comentar post





calendário

Julho 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031