Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Quercus nas Nações Unidas em Nova Iorque de 24 a 27 de setembro

Quarta-feira, 23.09.15

 

Transformar o Mundo: a agenda mundial mais ambiciosa de sempre

 

 

 

5 P´s para “Transformar o Mundo”

Tem lugar nas Nações Unidas em Nova Iorque, de 25 a 27 de setembro, a Cimeira das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável. O objetivo é adotar o documento “Transformar o nosso Mundo: a agenda de desenvolvimento sustentável para 2030”. É uma agenda sem precedentes em termos de abrangência e de significância pois trata-se de uma visão extremamente ambiciosa e transformacional. É considerado um plano de ação baseado em cinco P’s: Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parcerias. A Quercus estará presente e acompanhará esta Cimeira, integrando a delegação portuguesa em Nova Iorque.

Os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável (disponíveis aqui), traduzidos também em 169 metas, fazem parte de um texto a ser adotado, sobre o qual foi atingido consenso entre os diferentes países a 1 de agosto deste ano. O conteúdo revela uma enorme ambição à escala universal: acabar com a pobreza e a fome em todo o lado até 2030, acabar desigualdades, promover a igualdade de género, e assegurar uma proteção duradoura do planeta e dos recursos naturais, com particular destaque para as alterações climáticas.

Uma mobilização mundial

A semana que decorre até 27 de setembro vai ter um conjunto de ações mobilizadoras à escala mundial sob os temas do desenvolvimento sustentável e das alterações climáticas.

Com o pretexto da aprovação dos Objetivos para o desenvolvimento Sustentável, milhões de pessoas em todo o mundo - jovens e velhos, de empresas progressistas a grupos religiosos, na área do desenvolvimento e movimentos climáticos - estarão juntos em solidariedade sob um céu para chamar os líderes para transformar as metas em realidade. É urgente intensificar medidas para combater a pobreza, a desigualdade e as alterações climáticas. As pessoas querem um futuro com zero de pobreza, zero desigualdades, alimentado 100% por energias renováveis e em respeito pelos valores ambientais do Planeta

Nos dias 24 e 26 de setembro de Joanesburgo a Nova Deli, de Sydney a São Paulo e Nova Iorque, pretende-se fazer brilhar uma luz sobre as soluções.

Às 18.00h (hora de Nova Iorque) de dia 24 de setembro, quinta-feira, a Quercus participará num evento junto das Nações Unidas promovido por uma multiplicidade de organizações unidas na plataforma action2015.


Alterações climáticas – a caminho de Paris

A contagem decrescente acelera rumo à decisiva 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21), que terá lugar entre os dias 30 de Novembro e 11 de Dezembro de 2015, em Paris, numa mega-mobilização de políticos e da sociedade civil rumo a um novo acordo climático global, que entrará em vigor em 2020.

 

A Conferência de Paris será aliás o primeiro teste real para avaliar quão a sério os líderes mundiais vão levar os objetivos a adotar esta semana, estabelecendo um acordo internacional novo e ousado para o clima que sinalize o fim da era dos combustíveis fósseis e estimule o recurso a 100% de energias renováveis até 2050. Os governos dos grandes países como o Brasil e a Índia deverão anunciar em Nova Iorque os seus planos para o novo acordo sobre o clima.
 

Links relevantes:

Internet:
http://www.globalgoals.org/
http://www.un.org/sustainabledevelopment/
http://climaticas.blogs.sapo.pt/

Twitter:

https://twitter.com/QuercusCOP21

 
Lisboa, 23 de setembro de 2015

A Direção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 12:40


1 comentário

De Humberto a 26.09.2015 às 09:29

«assegurar uma proteção duradoura do planeta e dos recursos naturais, com particular destaque para as alterações climáticas. (...) medidas para combater a pobreza, a desigualdade e as alterações climáticas. As pessoas querem um futuro com zero de pobreza, zero desigualdades, alimentado 100% por energias renováveis e em respeito pelos valores ambientais do Planeta»


Não deixa de ser interessante como o assunto principal continua a ser as ditas "alterações climáticas" mas agora a estratégia é juntar vários temas que apelam à solidariedade e bondade das pessoas e embrulhá-los todos num bonito pacote de preocupação com os mais desfavorecidos...


Está-me cá a parecer que se passou a haver necessidade disto é porque o tema das "alterações climáticas" por si só não convence assim tantas pessoas como dizem por mais que insistam que existe um apoio crescente para a causa («mobilização mundial» e outras tretas do género).

Aos poucos e poucos lá se vão apanhando as verdades.


Comentar post





calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930