Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



[R]evolução energética: como atingir 100% de energia renovável para todos em 2050

Terça-feira, 22.09.15

A Greenpeace lançou uma nova edição do relatório Energy [R]evolution "How to Achieve 100% Renewable Energy for All by 2050", onde mostra ser possível alcançar um futuro baseado em 100% de energias renováveis para todos até 2050. Fornece ainda a evidência de que a transição para um cenário de 100% energia renovável não só irá criar novos postos de trabalho na produção de energia - cerca de 20 milhões nos próximos 15 anos -, mas também o investimento necessário é mais do que pago pelas poupanças futuras em custos de combustível. O cenário 100% energia renovável significa qualidade de vida, saúde e educação. A energia renovável para todos significa igualdade de acesso à energia elétrica, incluindo a de um terço da população que atualmente não tem acesso.

As principais conclusões são:

• 100% energia renovável para todos é possível até 2050, e é a única maneira de garantir que o mundo não sofra os impactos catastróficos das alterações climáticas;

• É fundamental parar de explorar e queimar combustíveis fósseis;

• O setor das energias renováveis está a dar provas que pode transformar a produção de energia;

• Os setores da climatização e dos transportes podem também adotar energias renováveis;

• A transição para 100% energia renovável irá criar postos de trabalho;

• Os custos de investimento são enormes, mas as poupanças são ainda maiores;

• Existe um apoio crescente para um cenário de 100% energias renováveis;

• Não existem grandes barreiras económicas ou técnicas para fazer a transição para 100% de energia renovável até 2050. Esta transição exige apenas a vontade política de fazer a mudança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 09:00


2 comentários

De Humberto a 26.09.2015 às 08:51

«A Greenpeace lançou uma nova edição do relatório Energy [R]evolution "How to Achieve 100% Renewable Energy for All by 2050"»

E eu que pensava que os relatórios eram coisa séria que serviam para fornecer informações sobre um qualquer trabalho já terminado ou ainda em curso.

Afinal, não. Afinal há quem use a palavra "relatório" para apresentar cenários e previsões de um futuro a looongo prazo com base em estimativas mais ou menos fantasiosas que ninguém pode saber se estão correctas por serem isso mesmo... estimativas (e do tipo fantasioso).

Desengane-se quem pense que são estimativas minimamente ponderadas. Não! São estimativas de quem defende com unhas e dentes aquilo em que diz acreditar sem tomar em mínima consideração qualquer ponto de vista contrário ou não fosse a Greenpeace a... Greenpeace e igual a tantas outras organizações que andam por aí!


«, onde mostra ser possível alcançar um futuro baseado em 100% de energias renováveis para todos até 2050.»

Haja dinheiro a jorrar abundantemente e rédea livre e tudo ou quase tudo se torna possível. É ou não é verdade?

No entanto há algo que não bate certo: devido à natureza do vento e das condições atmosféricas que afectam a passagem da radiação solar a produção eléctrica dos parques eólicos e solares sofre inúmeras flutuações diárias que precisam de ser colmatadas de modo a que o fornecimento de energia aos consumidores seja estável.
Como tal estabilidade só é possível com a existência de centrais de apoio a funcionarem em regime de prontidão e que funcionam com combustíveis fósseis tal torna tecnicamente impossível o objectivo de 100% renováveis. (Que grande pedra no sapato!)


« Fornece ainda a evidência de que a transição para um cenário de 100% energia renovável não só irá criar novos postos de trabalho na produção de energia - cerca de 20 milhões nos próximos 15 anos -,»

Ora então... um "relatório" onde são apresentados cenários e previsões de um futuro a longo prazo com base em estimativas mais ou menos fantasiosas que ninguém pode saber se estão correctas por serem isso mesmo... estimativas, é capaz de fornecer a evidência?

Está visto que por aqui ninguém conhece o significado da palavra "evidência".

Ou então está mal traduzido do Inglês: a tradução de "evidence" é "indício" e não "evidência".

E mesmo para falar de simples indícios já é preciso puxar pela imaginação.


« mas também o investimento necessário é mais do que pago pelas poupanças futuras em custos de combustível.»

Decididamente não é o que tem acontecido até agora e mente com todos os dentes (ou dedos) quem diga (ou escreva) o contrário.

Se isso realmente fosse possível a factura de electricidade apresentaria um decréscimo do valor a pagar e não os custos acrescentados que andamos a pagar provenientes destas energias renováveis.

E assim se confirma que o "relatório" da Greenpeace não passa de previsões de um futuro a longo prazo com base em estimativas também elas comprovadamente fantasiosas.


« O cenário 100% energia renovável significa qualidade de vida,»

A sério?

« saúde»

Não é isso o que a quercus diz sobre o parque eólico projectado para Moncorvo.

« e educação.»

Deixem-me adivinhar. Talvez... o mesmo tipo de educação como o pretendido com o livro de BD "Portugal 2055" destinado às mentes jovens e influenciáveis... e aqui (neste blogue) tão prontamente divulgado. Que belo exemplo de educação era esse!


« A energia renovável para todos significa igualdade de acesso à energia elétrica, incluindo a de um terço da população que atualmente não tem acesso.»

Como pode significar igualdade de acesso se a actual energia renovável é várias vezes mais cara do que a produzida por combustíveis fósseis?


De Humberto a 26.09.2015 às 09:23


(continuação...)
A mim parece-me lógico que quando algo se torna assim tão mais caro (como o caso da electricidade nos últimos anos) só há verdadeira "igualdade" de acesso para os mais ricos... os pobres que se desenrasquem.

Ou pensam que por bruxedo, artes mágicas ou simples força de pensamento conseguem mudar o preço da energia proveniente de parques eólicos e solares?


Olhem-se bem ao espelho e respondam muito honestamente ao seguinte:

Sendo a percentagem destas fontes de energia ainda relativamente baixa e tendo já o preço da electricidade aumentado tanto... onde pensam que iria parar o preço da electricidade num mundo onde toda ela fosse proveniente de parques eólicos e solares?
Aposto que para isto não têm resposta. Preferem viver num mundo de fantasia e faz-de-conta!


«As principais conclusões são:

«• 100% energia renovável para todos é possível até 2050,»

Na verdade, não é de todo possível devido à necessidade de haver centrais de apoio em regime de prontidão mas mesmo que fosse possível... com o inevitável enorme aumento do preço, que quantidade dessa energia é que cada pessoa dos mais variados estratos sociais poderia realmente pagar?


« e é a única maneira de garantir que o mundo não sofra os impactos catastróficos das alterações climáticas;»

Claro, nem podiam deixar de ser impactos catastróficos. CATASTRÓFICOS!!!

A coisa não se vende por menos. Se houver cenário tipo fim-do-mundo possível de imaginar então é esse mesmo que é vendido ao povo que se quer ignorante e obediente aos altos ensinamentos da pseudo-ciência das "alterações climáticas".

A Quercus não se devia submeter assim, sem qualquer sentido crítico, aos ensinamentos desta gente.


«• É fundamental parar de explorar e queimar combustíveis fósseis;»

Só mesmo nestas cabecinhas da Greenpeace e outras que tais.


«• O setor das energias renováveis está a dar provas que pode transformar a produção de energia;»

Sem dúvida que está!


«• Os setores da climatização e dos transportes podem também adotar energias renováveis;»

Claro que podem! Vamos lá a pôr velas nos camiões para se deslocarem com o vento!


«• A transição para 100% energia renovável irá criar postos de trabalho;»

Claro que irá criar postos de trabalho, sobretudo especializados. Mas e o reverso da questão? Quantos postos de trabalho irá destruir?

Nem me refiro a trabalhadores de outras centrais eléctricas que ficariam sem trabalho. Refiro-me à incalculável força de trabalho que ficaria sem emprego em todos os outros sectores de actividade prejudicados com o alto preço da energia.


«• Os custos de investimento são enormes, mas as poupanças são ainda maiores;»

Estes tipos, parece que nunca olharam para a factura de electricidade que lhes chega a casa... ou então não são eles que a pagam!


«• Existe um apoio crescente para um cenário de 100% energias renováveis;»

Não estejam a contar de um momento para o outro com o apoio de 2800 milhões de católicos e muçulmanos só porque alguém conseguiu o apoio do Papa e de 20 líderes islâmicos...


«• Não existem grandes barreiras económicas ou técnicas para fazer a transição para 100% de energia renovável até 2050.»

Grandes barreiras técnicas é óbvio que não há (há apenas algumas barreiras) mas económicas há e muitas e... enormes!

Tendo em conta a actual percentagem destas energias renováveis e o aumento do preço da electricidade já verificado nas facturas que nos chegam a casa... para quanto subiria o preço da electricidade com "100% de energia renovável"?

Mesmo tendo em conta eventuais avanços tecnológicos... subiria para 3 vezes mais? 4 vezes mais? Talvez 5? 6? Alguém sabe?

E ainda dizem que não há barreiras económicas... Como se a produção fabril e até agrária e pecuária (como já houve notícias) não fossem gravemente afectadas por tão alto preço da energia!


« Esta transição exige apenas a vontade política de fazer a mudança.»

Como se isso fosse assim tão simples...

Comentar post





calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930