Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Líderes religiosos apelam para um acordo global em Paris

Sexta-feira, 23.10.15

Esta semana, uma declaração assinada por mais de 150 líderes religiosos e espirituais de diferentes religiões foi entregue a Christiana Figueres, Secretária Executiva do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas da Organização das Nações Unidas, num apelo para um acordo global de redução das emissões, justo, ambicioso, vinculativo e aplicável a todos os países a ser negociado ainda este ano, em Paris.

A carta sublinha a importância da COP21 ser o momento certo para traduzir gestão ecológica em ação climática concreta, mostrar responsabilidade intergeracional, garantir justiça climática, e para iniciar uma transformação individual e societal sem precedentes, bem como mostrar uma liderança real e visionária.

É um forte apelo para uma meta de longo prazo no sentido de eliminar progressivamente as emissões de GEE e integrar as energias renováveis a 100% ​​até 2050, a criação de um mecanismo de ação e de um sistema baseado em regras, o estabelecimento de uma meta climática resiliente e com o apoio técnico e financeiro necessários. Mais, os líderes religiosos estão especificamente a pedir aos países mais ricos e aos principais emissores para assumirem mais ações no seu domínio e proporcionarem o apoio necessário para os outros países nesta transição.

Finalmente, os líderes religiosos sublinham a importância de que todos devem agir, em paralelo, com os governos, a fim de aumentar a consciencialização das comunidades e abraçar estilos de vida sustentáveis.

Depois da divulgação da encíclica Laudato Si' do Papa Francisco, da Declaração da Conferência Inter-religiosa de Nova Iorque, a Declaração de Lambeth e a Declaração Islâmica sobre alterações climáticas, a mensagem dos diferentes grupos religiosos e espirituais de todo o mundo é inequívoca em prol da ação climática.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 09:48

Apresentação da Encíclica Papal sobre alterações climáticas na sede das Nações Unidas

Terça-feira, 14.07.15

Doze dias após ter sido divulgada mundialmente a Encíclica papal Laudato Si’ dedicada exclusivamente ao tema das alterações climáticas, foi feita uma apresentação do documento na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, no dia 30 de Junho de 2015.

Perante uma audiência de 600 pessoas, a sessão foi inaugurada pelo Arcebispo Bernardito Auza, Observador Permanente da Santa Sé na ONU, e teve como principal orador o Cardeal Peter Turkson, Presidente do Conselho Pontifício para a Paz e a Justiça.

 
"A prayerful meditation" (uma meditação em oração) foi a expressão utilizada pelo Cardeal Turkson para descrever a Encíclica do Papa Francisco, após sublinhar que o documento não pretende ser uma declaração teológica, um relatório científico nem documento de orientação.

Relatório completo do evento (em inglês) feito pelo Yale Forum on Religion and Ecology.

 

Imagem: https://robertscribbler.files.wordpress.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 09:31





calendário

Novembro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930