Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Allianz anuncia cortes de investimento no carvão e favorece renováveis

Sábado, 28.11.15

A seguradora alemã Allianz SE, um das maiores gestoras de ativos financeiros do mundo, anunciou os seus planos para reduzir os investimentos em empresas que utilizam carvão e aumentar o financiamento a empresas focadas em energia eólica nos próximos seis meses.

As razões deste desinvestimento no carvão e aposta em energias renováveis prendem-se com o impacto sobre as alterações climáticas e do seu plano de negócios. A decisão irá afetar investimentos da ordem dos 4 mil milhões de Euros.

O presidente-executivo Oliver Baete afirmou o compromisso da Allianz em desinvestir em empresas, se mais de 30% por cento das suas vendas forem provenientes da exploração do carvão ou se este gerar mais de 30% por cento da produção de energia elétrica.

A poucos dias da COP21 em Paris, a Allianz dá o seu contributo para cumprir o objetivo de limitar o aquecimento global em 2ºC que será reforçado nas negociações em Paris, e mostra-se consciente sobre os riscos económicos envolvidos no investimento em fontes de energia de grandes emissões de carbono.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 12:00

Vancouver vai tornar-se 100% renovável

Domingo, 22.11.15

Vancouver.jpg

 A cidade de Vancouver, no Canadá, aprovou a sua estratégia se tornar 100% renovável. O conselho municipal já tinha adotado este objetivo em Março de 2015 e os técnicos municipais elaboraram uma estratégia detalhada, abrangendo vários sectores, para cumprir o objetivo.

O conselho aprovou esta semana por unanimidade a “Estratégia para Uma Cidade Renovável” para a cidade de Vancouver. A estratégia expõe a forma como a cidade planeia atingir o objetivo, através do:

- Aumento da eficiência energética em edifícios: em 2050, 70% do parque imobiliário de Vancouver (incluindo todos dentro da comunidade) estará dentro ou próximo do objetivo “carbono zero”;

- Transferência modal significativa na mobilidade urbana, beneficiando os modos suaves (andar a pé e de bicicleta). Aumento das deslocações pendulares em veículos elétricos e híbridos movidos a biocombustíveis, e do transporte comercial em veículos movidos a biometano, hidrogénio e outros combustíveis alternativos (elétricos e híbridos);

- Políticas e programas públicos, incluindo incentivos.

Os próximos passos passam pela implementação e o planeamento da estratégia pelo município.

Em Dezembro, o presidente da câmara municipal irá apresentar esta estratégia na conferência climática, em Paris, na esperança que possa servir de exemplo para outras cidades. Esta liderança vai ajudar a garantir um futuro baseado em eficiência energética e energias renováveis para Vancouver, enquanto outras cidades deverão adotar metas semelhantes.

A proposta de estratégia e o sumário executivo podem ser consultados na página da Internet do município.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 10:00

[R]evolução energética: como atingir 100% de energia renovável para todos em 2050

Terça-feira, 22.09.15

A Greenpeace lançou uma nova edição do relatório Energy [R]evolution "How to Achieve 100% Renewable Energy for All by 2050", onde mostra ser possível alcançar um futuro baseado em 100% de energias renováveis para todos até 2050. Fornece ainda a evidência de que a transição para um cenário de 100% energia renovável não só irá criar novos postos de trabalho na produção de energia - cerca de 20 milhões nos próximos 15 anos -, mas também o investimento necessário é mais do que pago pelas poupanças futuras em custos de combustível. O cenário 100% energia renovável significa qualidade de vida, saúde e educação. A energia renovável para todos significa igualdade de acesso à energia elétrica, incluindo a de um terço da população que atualmente não tem acesso.

As principais conclusões são:

• 100% energia renovável para todos é possível até 2050, e é a única maneira de garantir que o mundo não sofra os impactos catastróficos das alterações climáticas;

• É fundamental parar de explorar e queimar combustíveis fósseis;

• O setor das energias renováveis está a dar provas que pode transformar a produção de energia;

• Os setores da climatização e dos transportes podem também adotar energias renováveis;

• A transição para 100% energia renovável irá criar postos de trabalho;

• Os custos de investimento são enormes, mas as poupanças são ainda maiores;

• Existe um apoio crescente para um cenário de 100% energias renováveis;

• Não existem grandes barreiras económicas ou técnicas para fazer a transição para 100% de energia renovável até 2050. Esta transição exige apenas a vontade política de fazer a mudança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 09:00

Renováveis e Seca

Terça-feira, 08.09.15

Portugal_seca_ago 2015_IPMA.png

 

De acordo com o IPMA, no seu Boletim Climatológico Mensal de agosto de 2015, o valor médio da temperatura média do ar e o valor médio mensal da temperatura máxima do ar foram ambas superiores ao normal, e o valor médio da quantidade de precipitação foi inferior ao normal. No que diz respeito ao índice de seca, Portugal mantém-se em situação de seca meteorológica, que se verifica desde março, com 74% do território nacional encontra-se em situação de seca severa a extrema, sendo a segunda mais grave dos últimos 70 anos.

 

Esta situação também já afetou a produção de energia elétrica por fontes renováveis. Entre janeiro e agosto de 2015, a produção renovável foi de cerca de 50%, um valor abaixo do registado nos últimos anos, segundo o boletim mensal da APREN. A grande hídrica contribuiu para 19% da produção renovável, tendo sido ultrapassada, neste período, pela energia eólica responsável por 22% produção de energia renovável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 12:14

Crenças pela Paz

Terça-feira, 01.09.15

faiths for earth.png

"As alterações climáticas são um dos maiores desafios morais do nosso tempo", dizem em uníssono os líderes de várias crenças religiosas - Budista, Cristã, Hindu, Islâmico, Judaica, entre outras. Juntos lançaram uma campanha e uma petição para pedir aos chefes de Estado de todo o mundo para que seja possível criar um mundo com 100% de energia renovável até 2050. Petição em português aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 12:05

Produção renovável ganha terreno à energia nuclear nas grandes economias

Quinta-feira, 16.07.15

paineis.gifA energia solar, eólica e outras fontes renováveis para além da produção hidroelétrica já suplantaram a energia nuclear no abastecimento de eletricidade em países como o Japão, a China, a Índia e cinco outras grandes economias, representando cerca de metade da população mundial. São estas conclusões do relatório ‘The World Nuclear Industry Status Report 2015’.

 

Apesar de, em média, as centrais nucleares produzirem anualmente cerca de duas vezes mais eletricidade do que as renováveis por cada quilowatt instalado, o elevado crescimento da energia solar, eólica e outras renováveis significa que a energia nuclear está a ser rapidamente preterida à medida que vários países viram costas a esta fonte energética após o incidente de Fukushima, no Japão.

 

A produção global de energia nuclear cresceu 2,2% em 2014, mesmo com o primeiro encerramento prolongado da indústria nuclear por 45 anos (no Japão). Contudo, com a energia solar a crescer 38% e a eólica cerca de 10%, estas e outras fontes renováveis estão a ganhar terreno.

 

Custos ascendentes, atrasos nas construções, contestação pública e o envelhecimento dos reactores nuclares estão a limitar as oportunidades desta fonte energética, enquanto do outro lado as fontes renováveis apresentam custos cada vez mais baixos, uma muito maior eficiência e melhor gestão, bem como melhorias ao nível da capacidade de armazenamento. Esta mudança de paradigma traz numa nova imagem à produção global de energia.

 

Em termos de produção, países como a China, o Japão e a Índia - três das maiores economias mundiais, a par do Brasil, Alemanha, México, Holanda e Espanha – geram hoje mais eletricidade proveniente de fontes renováveis (excluindo a hídrica) do que energia nuclear.

 

No Reino Unido, a produção renovável, com a hídrica incluída, ultrapassou a energia atómica pela primeira vez em décadas, enquanto nos Estados Unidos a percentagem que cabe às renováveis corresponde atualmente a 13%, em comparação com os 8,5% de 2007.

 

Sem considerar a indústria moribunda do Japão, devido à sua interrupção de longo termo, o relatório atesta que em 2014 existiam 391 unidades nucleares ativas a nível global, mais três do que no ano anterior, mas menos 47 do que em 2002.

 

Os principais autores deste relatório são analistas do setor industrial - Mycle Schneider e Antony Froggatt - ambos antigos consultores de organismos governamentais europeus em matérias de política energética e nuclear.

 

Fonte: www.worldnuclearreport.org

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 16:01

'Don't cap renewables - energy efficiency first'

Terça-feira, 16.06.15

No arranque da Semana Europeia de Energia Sustentável, ontem 15 de Junho, vários membros de Organizações Não Governamentais de Ambiente marcaram presença na sessão de abertura, em Bruxelas, para entregar a mensagem "Don't cap renewables - energy efficiency first" ("Não 'tapem' as renováveis - eficiência energética em primeiro lugar"), inscrita nos respetivos bonés (cuja designação em inglês é também 'cap').

brussels_cap.jpg

Imagem: CAN-Europe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 18:44

Portugal atingiu valor recorde do século na produção de eletricidade renovável e de emissões de CO2 evitadas (13 Mton)

Domingo, 11.01.15

A Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza e a APREN – Associação Portuguesa de Energias Renováveis mostram como o investimento em fontes de energia renovável é vital para a independência económica e energética do País, para além do respeito pelos compromissos climáticos internacionais. Os valores apresentados tiveram por base os dados de produção de eletricidade em Portugal Continental, em 2014, publicados pela REN – Redes Energéticas Nacionais em Janeiro de 2015.

grafico_renovaveis1.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 20:00





calendário

Novembro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930