Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Último dia para a submissão dos compromissos nacionais

Quinta-feira, 01.10.15

Hoje é a data limite dada pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (UNFCCC, na sigla em inglês) para os países submeterem as suas contribuições nacionais (INDCs) de redução de emissões de gases de efeito de estufa, com vista ao acordo global que se pretende alcançar em Paris.

Esta semana foram submetidos mais de 50 INDCs. A lista completa está constantemente a ser atualizada pelo The Carbon Brief, em texto e excel. A UNFCCC também atualiza a lista, a uma velocidade mais lenta.

Vamos aos números: segundo The Carbon Brief, 139 países submeteram as suas propostas de redução de emissões, estando cobertas 82,9% das emissões globais de GEE . Apenas 57 países ainda não submeteram os seus compromissos nacionais, que valem 17% das emissões. A importância dos INDCs é também explicada neste blogue.

Segundo a Climate Action Tracker, para que a temperatura global do planeta não aumente mais de 2ºC, será necessário que as emissões globais não ultrapassem o intervalo entre 43-46 Gt CO2e (giga toneladas de dióxido de carbono equivalente) em 2020 e 23-24 Gt CO2e, em 2050.

A pergunta que se coloca é: no final do dia de hoje, saberemos se os compromissos assumidos são suficientes para ficarmos no caminho dos 2ºC? Provavelmente não. Serão necessários alguns dias, talvez semanas até que a primeira análise venha a público. A questão é alguns países terem apresentado os seus compromissos de redução de emissões para 2020 e outros para 2030. Há também os que anunciaram os seus compromissos em termos de redução da intensidade de carbono na economia, em vez de o terem feito em emissões. Serão necessárias algumas análises prévias, para conseguir colocar todos os compromissos sobre o mesmo denominador comum e assim poder compará-los.

A 1 de novembro será conhecida a análise das Nações Unidas sobre os INDCs submetidos até hoje. Enquanto isso, talvez seja conhecida antes a análise das ONG, da comunidade científica e dos vários grupos de reflexão que estão a acompanhar o assunto.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 13:35


1 comentário

De Humberto a 05.10.2015 às 12:58

«Segundo a Climate Action Tracker, para que a temperatura global do planeta não aumente mais de 2ºC, será necessário que as emissões globais não ultrapassem o intervalo entre 43-46 Gt CO2e (giga toneladas de dióxido de carbono equivalente) em 2020 e 23-24 Gt CO2e, em 2050.»


Eu tenho cá uma confiança tão grande, tão grande, tão grande na Climate Action Tracker... que vocês nem imaginam!!!


´´
«A pergunta que se coloca é: no final do dia de hoje, saberemos se os compromissos assumidos são suficientes para ficarmos no caminho dos 2ºC? Provavelmente não.»

Permitam-me a correcção: mesmo que as emissões de CO2 a partir de agora duplicassem a cada 10 anos nunca a temperatura média global aumentaria 2ºC até 2100. Nem um só grau centígrado aumentaria por conta do CO2.

É fisicamente impossível. As leis da física, por mais que propositadamente as ignorem, ainda contam para alguma coisa!

Comentar post





calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031