Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



20 líderes islâmicos apelam a ação global no combate às alterações climáticas

Quarta-feira, 19.08.15

Islamic Declaration meme.jpg

 

Os líderes de 20 países islâmicos divulgaram ontem, 18 de Agosto, uma declaração oficial onde apelam ao fim dos combustíveis fósseis e à aposta nas energias renováveis.

 

Após a encíclica do Papa Francisco, divulgada a 18 Junho, num posicionamento inédito da Igreja Católica sobre questões relacionadas com o ambiente e o clima, foi agora a vez de vários altos responsáveis do mundo islâmico dirigirem uma forte mensagem de consciência climática à comunidade muçulmana (1,6 mil milhões de fiéis) sobre a necessidade de combater as alterações climáticas.

Esta declaração, assinada pelos 60 líderes reunidos esta semana em Istambul, na Turquia, apela aos líderes políticos de todo o mundo que se comprometam em alcançar um novo e forte acordo  climático na Conferência do Clima de Paris, de modo manter o aumento da temperatura global abaixo do limite dos 2ºC.

É também lançado um repto aos países ricos produtores de petróleo, no sentido de erradicarem, até 2050, as suas emissões de gases com efeito estufa.

 

A Declaração baseia-se nos ensinamentos do Alcorão, a escritura sagrada dos muçulmanos, e refere a responsabilidade moral que todos temos para com a humanidade e o planeta, bem como as ações que devem ser assumidas por cidadãos, governos, empresas e setores económicos, num apelo especialmente dirigido aos muçulmanos em todo o mundo.

 

O documento divulgado, e que pode ser consultado na íntegra em http://islamicclimatedeclaration.org/, pede também mais apoio às comunidades vulneráveis afetadas pelas alterações climáticas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 12:11