Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A temperatura vai subir mais de 2ºC

Terça-feira, 13.10.15

Até agora 147 nações apresentaram os seus compromissos de redução das emissões, mas estas ficam muito aquém do necessário para evitar que a temperatura global aumente mais do que a 2ºC, até o final do século. Esta é principal conclusão dos especialistas que analisaram as propostas apresentadas pelos países, no período preparatório para as negociações que decorrerão em Paris.

Um aumento superior a 2ºC é considerada demasiado em relação ao que a Terra poderia acomodar sem a consequências catastróficas para a produção de alimentos, nível do mar, biodiversidade, desertos e reservas de água. Mesmo com aumentos inferiores a 2ºC, os cientistas afirmam que ainda assim a maioria dos recifes de coral irão ser destruídos e que parte significativa dos glaciares Gronelândia irão desaparecer, com consequência no aumento do nível do mar.

"Tivemos um aumento da temperatura global de quase 1ºC desde a revolução industrial e já vimos impactos generalizados que tiveram consequências reais para as pessoas", disse o especialista em clima Professor Chris Field, da Universidade de Stanford, ao jornal The Guardian. "Devemos, portanto, fazer todos os possíveis para limitar o aquecimento a 2ºC. No entanto, isso vai exigir um nível de ambição que ainda não vimos ".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Quercus às 18:05


1 comentário

De Humberto a 18.10.2015 às 12:19


(continuação...)
Mas leiam vocês mesmos:

http://www.theregister.co.uk/2012/08/03/greenland_ice_sheet_not_about_to_disappear/


´´
«"Tivemos um aumento da temperatura global de quase 1ºC desde a revolução industrial»

Sim, quase um grau. Mais propriamente 0,8ºC.


´´
« e já vimos impactos generalizados que tiveram consequências reais para as pessoas", disse o especialista em clima Professor Chris Field, da Universidade de Stanford, ao jornal The Guardian.»

Parece que esse Professor Chris Field nunca se deu conta que a Revolução Industrial se iniciou poucos anos depois de a Pequena Idade do Gelo ter terminado.

Volto a lembrar que a Pequena Idade do Gelo prolongou-se de 1550 a 1850 (ou 1300 a 1850, segundo outras fontes).


´´
« "Devemos, portanto, fazer todos os possíveis para limitar o aquecimento a 2ºC. No entanto, isso vai exigir um nível de ambição que ainda não vimos ".»

E como o Professor Chris Field nunca se deu conta que a Revolução Industrial se iniciou poucos anos depois de a Pequena Idade do Gelo ter terminado... obviamente também não poderia dar-se conta de que sempre que o mundo sai de uma idade do gelo a temperatura média global aumenta e daí os 0,8ºC de aumento verificados desde o início da Revolução Industrial.


Compreende-se, afinal é apenas professor de Estudos Ambientais e "Especialista em Clima"! Compreende-se perfeitamente que, nas suas aulas ou em entrevistas, uma Pequena Idade do Gelo lhe passe simplesmente ao lado!

Estudos Ambientais... Pequena Idade do Gelo... hmmm, nada a ver né?


E pensar que são pessoas assim que alimentam toda esta paranóia em volta do clima...

E pensar ainda que tanta gente acredita neles e, como esponjas, absorvem tudo o que dizem. É triste. Caramba, onde está o vosso sentido crítico?


O perfil deste professor, Chris Field:
http://dge.stanford.edu/people/cfield


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.